Trimestre 1, faça seu blog também


Filhote de 3 meses

Filhote de 3 meses

Hoje meu blog cachorro, como dizem meus amigos, completa três meses. A idéia de escrever sobre algumas coisas que eu penso tem me deixado bem feliz. Sobretudo pelo fato de ter gente que volta e meia passa aqui para dar uma olhada. Dia desses li numa entrevista do Manoel Carlos (Revista da GOL de dezembro) que a satisfação que ele sentia quando alguem lhe falava que havia assistido a um capítulo de uma novela sua era tão gostosa quanto na primeira vez.

statcounter.com

statcounter.com

Não tenho a menor pretensão de me comparar ao Maneco, até mesmo porque são textos bastante diferentes: ele escreve novelas, eu escrevo pensamentos soltos, achismos e coisas desse tipo. Todavia sinto uma grande satisfação em ser lido, da mesma maneira que ele disse sentir em ser assistido. E o mais legal é que meus 11 leitores (to igual ao Agamenon Mendes Pedreira, contando cada leitor que tenho, já já começo a chamar cada um pelo nome) estão espalhados por diversos lugares – como mostra o mapa de acesso do blog.

Essa troca que a blogosfera proporciona é sensacional. Eu nunca imaginei que alguem na Rússia fosse querer ler algo escrito por mim. E o motivo de pensar isso não é que minha baixo autoestima esteja em alta, mas porque eu simplesmente não sei russo (será que o texto traduzido no Google Translator para russo perde muito em significado?) e também porque imagino que seja uma cultura bem diferente da nossa. Daí me vem a dúvida: quem acessa desses lugares mais longinquos são gringos querendo saber mais da mente brazuca ou brasileiros que querem ler coisas de seus conterraneos para matar saudade de casa? O mesmo pensamento vale para quem está no nordeste, no sul, na região norte (como meu irmão que se mudou pra lá agora), enfim, qual seria o motivo? Mera identificação com os assuntos? Disso tudo, pra mim, o importante é saber que se você voltou, é porque gostou de alguma coisa aqui. Daí eu ter falado no post Dirigir que se você gosta de escrever e tem assuntos que acha interessante serem compartilhados(é bom também que você goste um pouquinho de informática para não apanhar tanto na hora de configurar as coisas, mas não se preocupe, não é nenhum bicho de 7 cabeças), então é hora de arregaçar as mangas e fazer um blog.

Existem várias plataformas disponíveis para isso, tanto gratuitas quanto proprietárias:

Dúvidas irão surgir ao criar um blog? Sim. Mas dá pra tirar essas dúvidas na própria Internet? Claro! Existem *trocentos foruns e posts sobre o assunto, além disso, você pode também perguntar a outra pessoa que tem blog como é isso ou aquilo. Essa cooperação que rola também é um dos baratos da blogosfera.

Portanto, feliz 3 meses pra gente. Obrigado pela sua visita e volte sempre.

*inúmeros

Extras:

Para não esgotar esse assunto em poucas linhas, achei dois links legais sobre blogs para iniciantes, mas vale a pena conferir, mesmo quem já é velho de guerra ou os recém nascidos na blogosfera(que nem eu):

Dez mandamentos para escrever com estilo

11 motivos para se ter um blog

Como fazer um blog de sucesso?

ps.:  não vou resistir e vou ter que falar sobre a primeira coisa que pensei ao ver o mapa de acessos: se eu completar a América do Norte, a Europa e mais um terceiro continente à minha escolha, o jogo acaba?

até mais.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Trimestre 1, faça seu blog também

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s