superficialidade, imergir


Superficialidade - imagem publicada em photobucket.com

Imergir - imagem publicada http://abduzeedo.com

primeiro post de 2010, mas o assunto tem bastante a ver com uma coisa que falei em 2009, a ansiedade. Na verdade, trata-se de uma implicação dela, a superficialidade.

Hoje há uma tendência para a superficialidade, pois a vida tende a ser acelerada por diversos fatores: família, trabalho, escola/faculdade e o próprio capitalismo com a questão do “ter” que fica sempre em voga. Então corremos o tempo todo atrás dessas coisas – entre outras. Sendo assim, pelo fato do dia ter apenas 24h, é preciso, das duas uma: priorizar algo em detrimento a outro, ou então, fazer tudo de maneira superficial.
Mas a superficialidade é ruim é provar apenas a calda e não comer o pudim (a rima foi intencional).

A superficialidade faz com que não se penetre no universo que a determinada questão pode oferecer. E mesmo que não ofereça universo algum, você terá, ao menos, plena consciência disso. De outro lado, imergir no que se faz, é tornar a experiência mais rica, mais intensa, é sair do raso e ir para o fundo, para quem sabe, poder pegar um *jacaré.

Outro território que me parece existir superficialidade é nas relações humanas. Com esse lance da pós-modernidade de micareta, balada e etc, as pessoas se conhecem, se pegam e somem. Não fazem cerimônia para determinadas coisas e acabam queimando etapas. Nisso, os relacionamentos ficam vazios e se tornam repetições do nada com pequeninas doses de prazer.

Dias atrás assisti a um filme chamado: Alta fidelidade. Nele, uma fala me chamou a atenção: “O importante não é quem você é, mas sim do que você gosta”. Pode parecer superficial, mas como a própria personagem explicou: trata-se de que nossas interações acontecem por nossos gostos. Não se gosta de uma pessoa por que ela é doce e gentil simplesmente. Inconscientemente, procura-se pontos em comum (do que ela gosta de ouvir, de ler, de assistir, de conversar, de comer, de pensar, de fazer e etc) para que, a partir disso, possa-se traçar uma interseção entre ambos. As áreas de convergência vão ser os pontos de partida para então começar a se ter idéia de quem é aquela pessoa(pois saber exatamente como ela é, eu acho impossível, creio que cada ser é infinitamente complexo em si mesmo).

Sair da superficialidade é um exercício. Um exemplo disso é a maneira como consumimos música nos dias de hoje: adquire-se a música favorita, coloca-se na pastinha de músicas do computador, ouve-se de vez em quando e ponto final. Antigamente, quando se ouvia um álbum – na época em que se usava fita k7, toca discos e até mesmo cd player – devido ao trabalho que era ficar voltando sempre na mesma música que se queria ouvir, acaba-se ouvindo todas as músicas. Então era possível saber com maior precisão o que o artista quis dizer com aquela obra.

O mesmo vale para livros, com os e-books de hoje em dia, a pessoa começa a ler um pedaço do livro, perde a paciência de ficar paginando o pdf e dá uns saltos até ir parar no fim, ou então, pega logo um resumo do livro e pronto. Achar tempo para se dedicar à obra, ler com carinho, tentar entender o que o autor quis dizer, buscar referências daquilo em outras obras dele(veja bem, mergulhar na intensidade é isso, sair do superficial, não adianta ler só um livro de um autor e tacar pedra nele ou colocá-lo no pedestal, é preciso ir além).

Poderia ainda citar mais alguns exemplos disso, mas o texto ta ficando grande eu to preocupado em não gastar todas as palavras de 2010 de uma só vez, além do fato de também estar preocupado com o tempo que você tem para ler isso, afinal, você pode não querer(ou ter tempo para) imergir no que eu quero falar.

Logo, comecei 2010 pensando sobre isso: como ser menos superficial em tudo? Como mergulhar mais fundo nas coisas:

Pessoalmente: ser mais intenso com as pessoas que me cercam

Profissionalmente: definir processos de maneira mais aprofundada e desenvolver sistemas melhores.

Divertidamente: sair do raso musical e aprender a tocar de fato para parar de arranhar notas. Aprender a escrever textos de humor pra me divertir e quem sabe, ganhar dinheiro, em vez de ficar gastando meu latim aqui e ali e depois esquecer as melhores sacadas.

Enfim, é isso, mergulhar, olhar para dentro da questão e tentar ir mais fundo para que a vida seja mais intensa.

Bom 2010 pra gente!

*Pegar jacaré: é aquele lance de ir para a parte mais funda do mar, em que a onda alcança os ombros, para quando ela estiver quebrando, você vir nadando junto e “surfando” com o próprio corpo, tentando chegar o mais próximo da praia. É um “esporte” bastante praticado por praieiros eventuais (eu) que não tem o menor senso de equilíbrio para conseguir ficar em pé numa prancha de surf.

Anúncios

6 pensamentos sobre “superficialidade, imergir

  1. A superficialidade faz com que não se penetre no universo que a determinada questão pode oferecer.

    Marx diz que é preciso ser radical: ir à raiz da questão. Mas nos contentamos com meias verdades, resumos, sínteses, deglutimos o que é de fácil ingestão e deixamos passar o essencial.

    Como na parábola budista: nossa atenção está no dedo que aponta a lua, e não na própria lua.

    Superar esse costume (arraigado na vida cotidiana, como você frisa) é um realmente um exercício diário.

    Abraços,

  2. Pingback: amor contagioso (dengue/cupido) « Pense sobre

  3. Pingback: engenharia a dois « Pense Sobre

  4. Hoje parece que todos nós estamos sempre perdendo hora. Como se conhecer alguém fosse disperdício de tempo. Dou muitas cabeçadas, pois insisto em conhecer pessoas. Sigo o ditado: “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s