sair a noite (bares, noite, conversa fiada 2)


Me desculpe pelo atraso na atualização do blog, fiquei fora semana passada por um excelente motivo: realizar um sonho. Inclusive, vai render um post sobre isso: “porque ir a um show de rock?”

Mas o lance dessa semana é o seguinte, como não esgotei o assunto no post  “bares, noite, conversa fiada, sexta-feira“, vou colocar algumas outras idéias neste post aqui.

Interações sociais se dão de uma forma mais intensa a noite. Dificilmente você irá ver uma conversa extensa com uma pessoa recém conhecida (ou não) na feira às 10h da manhã, de mesmo modo isso também será difícil às 14h da tarde andando pelo calçadão da praia.

Mas a noite, mais provavelmente num barzinho, isso é possível e mais provável de acontecer. Qual o motivo disso? Creio que se trata de predisposição para se divertir que a pessoa que sai a noite carrega consigo.

Existem várias possibilidades de diversão para quem sai a noite:

  • uma boa conversa, seja ela sobre futilidades ou não;
  • uma cerveja gelada e/ou capivodka (com Absolute, não economize onde não deve!);
  • petiscos (Moela sempre!; Coração de frango, iscas de carne ou gorjão de peixe. Nada de batata frita! Explicarei no próximo post);
  • dançar (recomendo samba-rock purinho a lá Simonal)
  • conhecer gente nova e ampliar suas fronteiras de relações. Existem tantas pessoas maneiras no mundo. Eu sei que tem uma porção de gente chata por aí, mas deixe-as de lado;
  • por último, quem sabe um affair;

Sair a noite pode ser tudo isso ou pode não ser nada disso. É possível que você tenha um outro conceito de diversão que a noite pode oferecer. Então reforço, havendo a pré-disposição para diversão, as coisas irão acontecer.

Na música, vários artistas abordam a questão de sair a noite. Sempre que penso em sair, me vem a voz do Lulu Santos falando: “todo mundo espera alguma coisa, de um sábado a noite, todo mundo bem no fundo quer zoar, todo mundo sonha em ter uma vida boa, sábado a noite tudo pode mudar”. Mas tem tantas outras músicas que falam sobre isso, ora com uma abordagem animada como essa do Lulu Santos que falei antes. Ora com uma melancolia como a canção do The Smiths chamada There is a light that never goes out. Coloquei um trecho dela logo abaixo:

Take me out tonight Me leve para sair esta noite
Where there’s music and there’s people Onde exista música e pessoas
Who are young and alive Que sejam jovens e vivas
Driving in your car Dirigindo no seu carro
I never never want to go home Eu nunca mais quero ir para casa
Because I haven’t got one Porque eu não tenho mais
Anymore uma casa
Take me out tonight Me leve para sair esta noite
Because I want to see people Porque quero ver gente
And I want to see lights E eu quero ver luzes
Driving in your car Dirigindo no seu carro
Oh please don’t drop me home Oh por favor não me largue em casa

Me ocorre ainda uma canção do Capial Inicial, ná época em que eles eram menos nxzericos, chamada “Todas as noites”. A letra dela é bem maneira e o ritmo também é mega alto astral, clique aqui para dar uma olhada. Há um trecho que diz:

“Hoje à noite é cedo até amanhecer
Quem olhar nos olhos
Vê estrelas no chão
Num canto escuro
Pequenos goles de solidão
A noite esclarece o que o dia escondeu…
O que o dia escondeu”

Além disso, tem músicas que são a cara da noite, canções que não abordam diretamente o lance de sair de casa a noite mas que imprimem exatamente o sentimento de pré-disposição pra diversão. Uma delas é a que abre o post, chamada Any distance do último album da banda Zemaria chamado The Space ahead (liberado para download pela banda – não é porque sou fã deles, mas o album está demais).

Outra música que se você olhar no dicionário a definiçao de balada, irá ver o ícone para tocá-la é I Gotta a Feelling do Black Eyed Peas. Por fim, outra canção que é tema de um comercial da Adidas que também tem uma mega cara de noite é essa abaixo:

Beggin(Madcon)

Por fim, além da diversão que a noite pode proporcionar, há ainda as histórias que ficam. Às vezes a noite é maneira, acontecem coisas legais, pessoas maneiras são conhecidas e etc. Mas às vezes, acontecem algumas ciladas e até rola um remorso por não ter ficado em casa, entretanto, como meu irmão me falou uma vez: se você não aparece, nada acontece. Sendo a noite boa ou ruim, você terá uma experiência a mais pra contar numa próxima mesa de bar. De mais a mais, como diz o Dinho: “todas as noites são iguais”, então, vá se divertir e curtir o espetáculo de cada noite, lembrando que mudam os palhaços mas o circo é o mesmo.

ps.: já ia me esquecendo de uma coisa importantíssima, pré-disposição para diversão. Se você for sair, não esqueça isso em casa para não cagar a noite dos outros. Não fique com cara amarrada ou bocejando, cansou, vai embora,. Assim, você não joga areia na farofa alheia e todo mundo fica feliz. Vale lembrar a velha e importante questão de: se dirigir, não beba. Fazer isso garante a sua seguraça e a dos demais (to escrevendo esse lance do “se dirigir não beba” mega contrariado, pois é algo mais sabido que andar pra frente, mas como tem umas mulas em forma de gente que não conseguem entender algo tão banal, reforçar se faz preciso).

Outras canções citadas no post ou não:

Capital Inicial: Todas as noites

Black eyed peas: I gotta a feeling

Justice: D.A.N.C.E

D2: Nem vem que não tem

ps.: eu sei que esse post ficou meio desconexo, mas a noite também não tem muita lógica, então, vai assim mesmo. Abraço e até a próxima.

Anúncios

3 pensamentos sobre “sair a noite (bares, noite, conversa fiada 2)

  1. hauhaua…. a noite é tudooooo…
    jogar conversa viada, pra namorar, ja arejar as caramiolas….
    adorei seu post mas ainda ta devendo a da moda cachorra…hauahua
    Abraços

    • A resposta viria no próximo post, mas como reclamaram que estou só falando de festa agora. Vou falar sobre territorialidade/aconchego e esperar esse assunto esfriar. Mas fique tranquilo, o lance da batata é engraçado, vai valer a pena esperar.
      abração.

      ps.: cara, não é que fechou o bar do Getúlio?! Mega triste isso ;(

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s