mulher (dia internacional da mulher)


mulher de verdade cumpadi

mulher de verdade cumpadi

Oito de março, Dia Internacional da Mulher. Eu deveria ter escrito isso antes, para que hoje pela manhã já pudesse ser lido, mas a idéia só surgiu agora a noite.  Eu estava inquieto para escrever alguma coisa mais sensível, que devolvesse o blog à suas raízes. Algo que não fosse frio como os dois últimos posts, que surgiram em meio a uma crise criativa. Como nada que eu escrevia parecia ser bom o suficiente pra entrar aqui, resolvi ao menos tentar escrever coisas informativas. Foi por isso o post sobre pressão e o outro sobre administração pública. Isso posto, bora pro post.

O homem não tem um dia só pra ele em que seja parabenizado e receba mimos. Também não costuma ser sensível, pelo contrário, movido pelo instinto, ou pela falta de noção, ele simplesmente age. Sua ações, apesar da sua suposta razão latente, nem sempre estão na *região do ótimo. Daí ocorrem alguns erros de percurso. Além disso, sua força parece se perder em algumas situações adversas como quando o vento para de soprar, o motor do barco está sem combustível e a correnteza parece não ajudar. Num cenário desses, é preciso algo muito forte para fazê-lo ter esperança e acreditar em si mesmo e parir uma boa idéia ou simplesmente remar até um lugar seguro onde possa vislumbrar, com calma, a melhor rota a seguir. Esse algo muito forte tem atributos que o tornam assim, alguns que me vem a mente agora são: graça, alegria, ternura, compreensão e paciência. Tudo isso em mega doses que são distribuídas com destreza cirúrgica diante de cada momento. Sim, esse algo muito forte é a mulher.

Paradoxalmente, esse algo muito forte também é frágil. Precisa do homem, do seu carinho, do seu cuidado, da sua compreensão. Isso recarrega sua essência aflorando suas características. Nisso, tem-se se um cenário diretamente proporcional de causa e efeito. Uma mulher bem cuidada, é uma mulher que cuida;  a que é compreendida, é a que compreende;  a que recebe bastante carinho, é carinhosa bem como a que alegra é aquela que é alegrada. Uma mulher bem amada, é uma mulher de ama intensamente.

Ouvi certa vez que a mulher tem uma antena que capta minunciosamente o que acontece ao seu redor. Fiquei imaginando se elas não vem de fábrica com um ultrassom igual aos dos morcegos, que mesmo estando distantes, sabem o que vem pela frente e como desviar, se for necessário. Alguns chamam esse talento de sexto sentido. A prova científica disso é quando uma mãe diz: leve um agasalho que vai esfriar ou leve um guarda chuva que vai chover. Não tem erro, simplesmente acontece. Existem tantas outras situações em que elas percebem de antemão a situação e aconselham sobre o que fazer. Daí cabe ao homem, agir ou não de acordo com o que foi percebido. Esse talento feminino vai se aprimorando ao longo dos anos, mas acredito que assim como suas outras características, também evolua de acordo com o reconhecimento e valorização.

Por fim, voltando às raízes do blog, lembrei de uma canção bem maneira do John Mayer que aborda a mulher de uma maneira bem sensível também.

Daughters

Filhas

I know a girl Eu conheço uma menina
She puts the color inside of my world Que põe cor dentro do meu mundo
But she’s just like a maze Mas é como um labirinto
Where all of the walls all continually change Onde todas as paredes mudam continuamente
And I’ve done all I can Eu fiz tudo que eu posso
To stand on the steps with my heart in my hands Para seguir as etapas com meu coração em minhas mãos
Now I’m starting to see Agora eu estou começando ver
Maybe it’s got nothing to do with me Talvez não tenha nada a ver comigo
Fathers be good to your daughters, Pais, sejam bons com suas filhas,
Daughters will love like you do, As filhas os amarão como vocês as amam,
Girls become lovers who turn into mothers Meninas se tornam amantes e depois mães
So mothers be good to your daughters too Então mães, sejam boas com suas filhas também
Oh, you see that skin? Ah, você vê essa pele?
It’s the same shes been standing in É a mesma pessoa que está dentro
Since the day she saw him walking away Desde o dia que o viu indo embora
Now shes left Agora está largada
Cleaning up the mess he made Limpando a confusão/bagunça que ele fez
Boys you can break Com meninos você pode terminar
You’ll find out how much they can take Você verá o quanto eles aguentam
Boys will be strong and Os meninos serão fortes
Boys soldier on Serão soldados
But boys would be gone Mas nunca conseguirão
Without warmth from viver sem o calor
A woman’s good, good heart do coração de uma mulher,
On behalf of every man Em nome de cada homem
Looking out for every girl Que cuida de cada menina
You are the god and the weight of her world Você será o deus e o peso do mundo delas

Mulher, seja ela o que for: mãe, namorada, esposa, filha, irmã, prima, sobrinha, avó, amiga, colega, não importa, é especial a ponto do clichê ser totalmente aplicável: “como se todos os outros dias também não fossem seus, feliz dia internacional da mulher”.

Parabéns.

Até a próxima.

Anúncios

Um pensamento sobre “mulher (dia internacional da mulher)

  1. Pingback: tempo, passado, futuro « Pense sobre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s