tempo, passado, futuro


De volta pro futuro - publicado em vnseclassico.blogspot.com

De volta para o futuro - publicado em vnseclassico.blogspot.com

Post de aniversário do blog saindo com 11 dias de atraso, mas vou publicar com data do dia 22/09 pra me enganar que saiu no tempo certo.

Um ano  passa tão rapidamente, o que me lembra o conselho do Tears for fears (Tias fofinhas para os íntimos): “Conselho ao jovem de coração / Em breve estaremos velhos /Quando faremos isso funcionar?”. Gosto muito da letra dessa música, em especial esse trecho que chama a atenção para a velocidade com quem o tempo passa e nos questiona em relação a quando vamos fazer “isso” funcionar.

Um “isso” meu que funcionou foi o blog. É bem verdade que não consegui manter a frequencia de publicação planejada inicialmente, mas cá estamos com 50 publicações. Olhando para trás, quando escrevi o primeiro post – um dos meus favoritos até hoje – sobre algumas percepções que tenho acerca da personalidade humana, senti receio de conseguir ir adiante e expressar algumas de minhas idéias para todo mundo.  Todavia os textos foram fluindo (e evoluindo), alguns mais facilmente que outros, mas todos me proporcionado o mesmo prazer em produzí-los.

O tema mais abordado no blog é amor com 6 posts. O segundo tema foi administração pública, com 3 posts. Não foi intencional esse quantitativo de publicações sobre cada tema, mas é engraçado pois reflete minha maneira de encarar a vida, colocando as questões pessoal em primeiro lugar e o trabalho em segundo (já inverti a prioridade dessas coisas antes e tive vários problemas, portanto, aconselho seguir dessa forma).

O blog serviu também para prestar algumas homenagens (e criticas também): à minha mãe (aqui, aqui e aqui),  às mulheres (em especial à minha na época), aos meus amigos (aqui), ao meu irmão (aqui), à vovó (aqui), ao meu trabalho (aqui, aqui e aqui) e a mim mesmo (aqui). Há alguns posts sem pé nem cabeça que foram meramente pra função “colocar o silêncio para fora” que blog também tem pra mim, dentre eles, destaco o Nitidez (pelo teor do texto e da poesia que saiu junto) e o Montanha mágica por ser o mais non sense de todos. Houve ainda um post de feito com a contribuição de um amigão meu, chamado Terceiro elemento que ficou bem maneiro e sua teoria continua se comprovando na vida real.

Dessa viagem ao passado, haveriam outros textos a serem destacados, mas cada coisa teve importância em seu tempo. Agora é pensar no futuro mas bem centrado no presente. Fico feliz com as visitas (imagem abaixo) e agradeço os comentários (podiam comentar mais né!).

Acessos 2010 - Pense Sobre (fonte statcounter.com)
Acessos 2010 – Pense Sobre (fonte statcounter.com)

Sobre a revisão dos textos iniciais, vai rolar, mas vou fazer aos poucos pra não prejudicar minhas outras atividades.

É isso.

Até a próxima.

Anúncios

Um pensamento sobre “tempo, passado, futuro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s